Curioso como sempre fui, em uma visita a Paris, no ano de 2002, entrei no Centro Georges Pompidou, o famoso Beaubourg, onde estava a acon...

Sintonia imediata


Curioso como sempre fui, em uma visita a Paris, no ano de 2002, entrei no Centro Georges Pompidou, o famoso Beaubourg, onde estava a acontecer uma exposição do artista plástico brasileiro Juarez Machado. Fiquei maravilhado. Foi quando, pela primeira vez, surgiu o desejo de contar com um exemplar de sua arte perto de mim.

Conhecer a obra de Juarez Machado foi para mim uma identificação pessoal imediata.
A todo momento, convivemos com imagens e linguagens diversas, que se fazem onipresentes no mundo contemporâneo, tão bem retratado pelo artista catarinense.

Na minha opinião, o pintor representa a mais pura perfeição de detalhes. Reconhecido internacionalmente pela pintura, ele também desenvolve trabalhos de ilustração, cenografia, escultura, desenhos e gravuras.


juarez machado
Premiado no Brasil e mundo afora, Machado mora em Paris, desde 1986, em Montmartre, aprazível reduto de artistas. (Rue des Abbesses, 55), onde tem sua casa-ateliê e expõe com frequência suas obras de arte. Ali por perto também residiram Salvador Dali e Auguste Renoir.

Torço para ter a chance de visitar novamente alguma outra exposição do pintor-cenógrafo. Para mim, conhecer sua obra foi uma identificação pessoal imediata. Viva Juarez Machado!


Ricardo Pinheiro é cabelereiro
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também