Caminhada Anda Andarilho Adiante Anda Caminha Caminhante A caminho Avoa Avoante Avoa O pensamento

Caminhadas e andanças

ambiente de leitura carlos romero cronica poesia literatura paraibana professor iveraldo lucena andarilhos pe no chao andancas caminhadas


Caminhada


Anda
Andarilho
Adiante
Anda

Caminha
Caminhante
A caminho

Avoa
Avoante
Avoa
O pensamento

No chão
A marca
No céu
A ilusão

O pensamento
Leve voa
Os pés fazem
A marca do caminho
A trilha

A felicidade é
Andarilha, sim!
Pé no chão
Cabeça ao vento
Olhar ao longe
Um canto no firmamento

É bom caminho
Gostoso chegar
De novo cansar
De tanto caminhar

Andarilho
Anda
Pé no chão
Anda
Andarilho,

(Mangue Seco, Janeiro de 2005)


20 anos de caminhos


De Acaú à Sagi
Pelo litoral Paraíba
De Pernambuco
Ao Rio Grande do Norte
Andarilhos Pé no Chão

Vinte anos de caminhos
Nos caminhos do Nordeste
Do Ceará à Bahia
De Jericoacoara
A Subaúma

Andarilhos Pé no Chão
No litoral e no interior
Como bandeirantes
Sandálias nos pés

Andarilhos Pé no Chão
Mente solta, pés ligeiros
Bons de papo e de aconchego
Solidários na dor
No repouso e no repasto

Andarilhos Pé no Chão
Vinte anos de caminhos
Como aves de arribação,

(Baía Formosa, Fevereiro de 2007)


Iveraldo Lucena, professor e andarilho
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também