A primeira vez que vi as imagens de Socotra pensei que se tratasse de um cenário de filme de ficção. Achei que era mais um daqueles estran...

Ilhas Socotra, uma paisagem alienígena no planeta Terra



A primeira vez que vi as imagens de Socotra pensei que se tratasse de um cenário de filme de ficção. Achei que era mais um daqueles estranhos planetas visitados pela nave Enterprise, da série Jornada nas Estrelas. Mas o lugar é real, e fica aqui na Terra mesmo.


Socotra é um pequeno arquipélago que fica aproximadamente a 250 quilômetros da costa do 'chifre' da África.


O arquipélago é formado por uma ilha montanhosa principal, Socotra, três ilhas menores, conhecidas como "Os Irmãos" (Abd Al Kuri, Samha e Darsa), e ainda outras pequenas ilhotas desabitadas. A principal cidade é Hadiboh (43 mil habitantes).


As ilhas já foram dominadas pelos portugueses e pelos ingleses. Hoje, são administradas pelo governo do Iémen.


Socotra é um dos lugares mais isolados do mundo. Seus habitantes criam gado e cabras. A maioria vive sem eletricidade, água corrente ou estradas pavimentadas.


O grande isolamento geológico, juntamente com o intenso calor e a falta de água, deu origem a uma interessante flora endêmica que é muito vulnerável a mudanças. Os botânicos apontam a flora do arquipélago entre as dez que correm os maiores riscos de extinção.


A planta que mais se destaca é a Dracaena cinnabari (Sangue de Dragão), que tem um estranho visual, em forma de guarda-chuva.


As montanhas chegam até 1.500 metros de altitude.


Pela exuberância de sua vegetação, Socotra é considerada a "jóia da biodiversidade" no Mar da Arábia.


Existem quase 700 espécies endêmicas, ou seja, espécies que não são encontradas em nenhum outro lugar do mundo. Só o Havaí, a Nova Caledônia e as Ilhas Galápagos têm números mais impressionantes.


A ocupação humana, por mais de dois mil anos, causou mudanças irreversíveis no meio ambiente. O arquipélago já teve crocodilos e grandes lagartos. No presente, as espécies de répteis são muito reduzidas.


Até alguns séculos atrás, havia rios e zonas úmidas, um maior número de árvores endémicas e pasto abundante. Agora, muitas plantas nativas só sobrevivem onde há maior umidade ou proteção contra os animais. A flora é constantemente ameaçada por cabras e por outras espécies que foram introduzidas nas ilhas, além da mudança climática.


Em julho de 2008, as ilhas foram declaradas pela UNESCO como patrimônio natural da humanidade.


Se, por acaso, você tiver intenção de visitar Socotra, saiba que há voos diários, da companhia Yemenia, entre o arquipélago e a cidade de Sanaa, no Iémen.


Fonte do texto: Wikipedia.


COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE
leia também