Não conheço o Lobo-Guará, que está a enfeitar a nova cédula em circulação no Brasil. Ele, no entanto, a julgar pelas fotos que circulam por...

O Guará e outros lobos

ambiente de leitura carlos romero linaldo guedes notas rede sociais rancor cedula 200 reais lobo guara facebook publicar textos

Não conheço o Lobo-Guará, que está a enfeitar a nova cédula em circulação no Brasil. Ele, no entanto, a julgar pelas fotos que circulam por aí, me parece desmilinguido.

Será que tem a ver com o nosso salário? Sim, porque este agora será pago em cinco notas de lobo.

Nunca entendi essa paixão dos governos em estarem sempre criando notas novas, quando o certo seria fortalecer a moeda brasileira a ponto de fazer com que as cédulas atuais tenham algum valor e durem mais tempo no bolso da gente.

Também não sou especialista em animais. Conheço poucos. Os domésticos, como gatos e cachorros. Os asquerosos, como ratos e baratas. Os garbosos, como os cavalos. Os livres, como pássaros fora da gaiola.

Ah, e os jumentos, que melhor representariam o Brasil de hoje nas novas cédulas.

ambiente de leitura carlos romero linaldo guedes notas rede sociais rancor cedula 200 reais lobo guara facebook publicar textos


O que mais gosto do Facebook é a verve maravilhosa de amigos e amigas em seus perfis.

Claro que adoro alguns textos reflexivos, afora os textos informativos que sempre me acrescentam muito. Mas a verve, a picardia, o bom humor dão o tom de leveza mesmo quando o mote da escrita é algo triste ou chato ou desanimador.

Rir ainda é o melhor remédio, em tempos sombrios. E o bom humor é tudo para mim. É como Irene entrando no céu, com São Pedro tão alegre com sua chegada que ela nem precisa pedir licença.

É isso!

Meus amigos e amigas escrevem textos tão maravilhosos aqui que nem precisam pedir licença para invadir minha alma.

Também, quem manda eu estar acompanhado de escritores e escritoras que me fazem acreditar todo santo dia na força da literatura brasileira?

ambiente de leitura carlos romero linaldo guedes notas rede sociais rancor cedula 200 reais lobo guara facebook publicar textos


Há quem não consiga viver sem alimentar e guardar o rancor dentro de si. E parece que isso tem sido cada vez mais regra e menos exceção.

Não tenho esse hábito, mas tento compreender quem guarda rancor no fundo do coração. Sou de explodir, ficar com raiva, dizer na hora e depois... bom, depois, ou volto ao normal com aquela pessoa ou a trato com indiferença, mas sem alimentar mágoa ou rancor.

Nem sempre fui assim, claro. É uma disciplina diária, para que nossa vida não seja uma ilha cercada de ódios por todos os lados.

Mas não é fácil, embora faça bem ao espírito quando conseguimos domar tais sentimentos.

Buda dizia que aqueles que estão livres de pensamentos rancorosos certamente encontram a paz. Difícil é encontrar quem trabalhe pela paz hoje, né?

ambiente de leitura carlos romero linaldo guedes notas rede sociais rancor cedula 200 reais lobo guara facebook publicar textos



Linaldo Guedes é mestre em ciências da religião, jornalista e poeta
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também