Houve um tempo em que a impaciência era atribuída aos jovens. Em função da idade, os jovens eram ansiosos naturalmente, achando que o mun...

O pecado da impaciência

ambiente de leitura carlos romero linaldo guedes cronica impaciencia pecado auto ajuda

Houve um tempo em que a impaciência era atribuída aos jovens. Em função da idade, os jovens eram ansiosos naturalmente, achando que o mundo acaba hoje e tem que fazer tudo de uma vez.

Tenho percebido que ultimamente isso tem mudado. As pessoas mais velhas estão até mais impacientes que os mais jovens.

A sabedoria de refletir, pensar, parece coisa dos tempos de outrora. Todo mundo agoniado, querendo tudo para hoje, numa irritação impaciente com o que não acontece do jeito que quer na hora que acha que deve.

Reflexos da dependência de redes sociais?

Mas há tempo para plantar, há tempo para colher. Estamos em tempo de plantar. Já colhemos uvas maravilhosas, mas algumas azedaram e tivemos que retomar a plantação.

A banda Titãs tem uma música composta apenas de dois versos:


“uma coisa de cada vez
tudo ao mesmo tempo agora”.

Já quis tudo ao mesmo tempo agora. Hoje, ando na tese de uma coisa de cada vez. Você também?...

Franz Kafka diz: "Talvez haja apenas um pecado capital: a impaciência. Devido à impaciência, fomos expulsos do Paraíso; devido à impaciência, não podemos voltar."

Bem, a leitura nos traz reflexões sobre fatos que nem pensamos refletir, por isso é tão importante, tão rica, como complemento às nossas vidas.

Esta semana, por exemplo, li que Agostinho de Hipona entendia que o ímpeto humano para o mal mostra-se tão evidente que nem mesmo a criança está preservada de seus impulsos.

E questiona, em suas "Confissões":


"Estaria bem zangar-me até contra os pais, contra muitas outras pessoas mais sensatas, só por não se curvarem a um aceno de meu capricho, batendo-lhes e esforçando-me, quanto possível, por lhes fazer mal, porque não se sujeitavam às minhas exigências, com as quais seria pernicioso condescender?"

Claro que ele utiliza-se desse exemplo para defender o bem e condenar o "pecado".

Mas que foi uma pancada para mim, foi.

Concordo com isso? Não diria que sim, nem que não. Ainda estou tonto com a pancada.


Linaldo Guedes é mestre em ciências da religião, jornalista e poeta

comente
  1. Muito bem delineada sua reflexão sobre a impaciência!
    Parabéns Linaldo Guedes👏👏👏
    Paulo Roberto Rocha

    ResponderExcluir

leia também