“Jesus respondeu: Todo aquele que beber desta água tornara a ter sede, mas o que beber da água que eu lhe der jamais terá sede.” João, cap...

A fonte da Água Viva

ambiente de leitura carlos romero jose augusto romero espiritismo licoes da vida maior doutrina espirita fonte da agua viva evangelho samaritana

“Jesus respondeu: Todo aquele que beber desta água tornara a ter sede, mas o que beber da água que eu lhe der jamais terá sede.”
João, cap.IV, v.13

A água que atende às necessidades da nossa organização física tem efeito transitório. Passado esse efeito, o metabolismo exige mais água para assegurar o bom funcionamento do corpo. A sede é a sensação pela qual a organização física reclama a água mantenedora das boas condições do conjunto.

Do encontro de Jesus com a Samaritana, no poço de Jacob, resultou um ensinamento eterno indispensável ao progresso moral da humanidade.

ambiente de leitura carlos romero jose augusto romero espiritismo licoes da vida maior doutrina espirita fonte da agua viva evangelho samaritana
A água do poço de Jacob simbolizava a matéria. A água viva que Jesus ofereceu à mulher Samaritana simbolizava as verdades eternas que alimentam o Espírito, encaminhando-o ao seu verdadeiro destino, que é a perfeição.

Aquele que bebe a água material torna a ter sede. Aquele, porém, que bebe a água viva, representada pela moral ensinada por Jesus, não mais terá sede. Daí se depreende que o Espírito imortal, quando consegue depurar-se, não retornará mais ao corpo, libertando-se assim, das necessidades físicas.

A água viva, da qual fala o Evangelho, é a compreensão dos esplendores das verdades eternas, que iluminam a criatura para que não torne a tropeçar nas estradas perigosas do mundo. Depois da compreensão dessas verdades, o espírito se reabilita; entende sua posição na Terra e no espaço; distingue a verdade da impostura; percebe a grandeza do Cosmo, onde culminam o Bem, o Belo e o Divino; certifica-se verdadeira finalidade da Criação Universal tornando-se, afinal, instrumento dos maiores da espiritualidade, na execução dos superiores desígnios.

A meta do Espírito é a perfeição, que só pode ser conquistada após um período de longo aprendizado, entrecortado de experiências amargas, ingente sacrifícios, sofrimentos redentores, que devem ser suportados sem queixumes.

A água viva está no amor que liga as almas para a felicidade que se perpetua no espaço e no tempo.
Não se consegue com facilidade a água espiritual. Ela é produto do triunfo do Espírito sobre a matéria.

O pensamento de Jesus girava sempre em trono das coisas espirituais.

Uma das preocupações do Mestre consiste em distinguir a vida de contingência da vida eterna, a respeito da qual falava, com insistência, no curso do desempenho da sua sublime missão.

“O Espírito é que vivifica a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são Espírito e vida”. Nestas palavras, Jesus exalta as coisas espirituais e rebaixa as coisas materiais.

ambiente de leitura carlos romero jose augusto romero espiritismo licoes da vida maior doutrina espirita fonte da agua viva evangelho samaritana
A vida física é transitória. A vida Espiritual é eterna. A vida física é o meio pelo qual o Espírito penetra no mundo espiritual, após a desintegração do corpo somático. A vida física que não passa de prisão temporária do Espírito deixa de ser normal. Quem está na prisão não pode dizer que goza a vida normal. A organização física e cárcere que priva o Espírito de sua verdadeira liberdade. O retorno ao cárcere fisiológico, por imposição da Lei causal, importa em novo aprisionamento para aquele que não se libertou das impurezas da alma.

A humanidade ainda não encontrou a água viva. No entanto, ela só se oculta para os míopes das coisas espirituais. A água viva está na prática das lições do Evangelho. Está no amor que liga as almas para a felicidade que se perpetua no espaço e no tempo. Está na compreensão da ciência sideral, aliada à espiritualidade superior.

Quando o homem consegue participar da plenitude da espiritualidade santificante transforma-se numa fonte perene que se encaminha para os planos superiores do Universo.

Procuremos, pois, a água viva, como instrumento de salvação, nesta hora decisiva para o destino da humanidade.

A água viva é caminho para a imortalidade triunfante.


José Augusto Romero é cronista e educador espírita (in memoriam)
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE
  1. É essa água que vai nos proporcionar a necessária elevação espiritual! Que assim seja !

    ResponderExcluir

leia também