O Evangelho do Cristo é o mais eloqüente discurso prático e vivencial que temos conhecimento na história. O Cristo que nada escreveu, tran...

Vidas Abundantes

ambiente de leitura carlos romero cronica conto poesia narrativa pauta cultural literatura paraibana marco granjeiro lima evangelho jesus chico xavier

O Evangelho do Cristo é o mais eloqüente discurso prático e vivencial que temos conhecimento na história. O Cristo que nada escreveu, transformou Sua Vida numa exemplificação perene. Não condenou a riqueza, por ser instrumento de progresso material e social, no entanto, recomendou que acumulássemos os tesouros imperecíveis, onde nem a traça, nem a ferrugem podem destruir, orientando no seu discurso, que o melhor emprego da riqueza está no favorecimento dos que mais necessitam, promovendo o progresso e o desenvolvimento social; educação com qualidade, gerando emprego e renda, favorecimento da cultura, enfim, a cidadania plena. A riqueza é o meio, o bem social, o fim.

ambiente de leitura carlos romero cronica conto poesia narrativa pauta cultural literatura paraibana marco granjeiro lima evangelho jesus chico xavier
Irmã Dulce Domínio Público
Confunde-se o termo abundância com abastança material, efetivamente são coisas distintas. A vida em abundância refere-se à vida plena de significado existencial, a vida com propósitos e compartilhamentos com o próximo. Muitas vezes os abastados são pobres de valores ético-morais e os não abastados, podem ser ricos de espiritualidade e de valores. Abundância é plenitude, Abastança é acúmulo, que pode até se transformar num distúrbio psicológico, se não for bem administrado.

Temos diversos exemplos a citar de homens e mulheres de bem, a exemplo do Cristo, que viveram na simplicidade, mas abundantes de amor, de paz e sabedoria. Vejamos como ilustrações, duas vidas abundantes, embora sem abastança material:

Maria |Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, mais conhecida como Irmã Dulce, freira católica, o Anjo bom da Bahia, Canonizada em 13 de outubro de 2019, na Basílica de São Pedro por Papa Francisco, passando a ser chamada, Santa Dulce dos Pobres. Desenvolveu um belíssimo trabalho social na periferia de Salvador, levando esperança e dignidade a diversos necessitados.

Entre muitos exemplos, conta-se que Santa Dulce dos Pobres, sentava-se costumeiramente, numa poltrona de madeira muito singela e desconfortável, e quando os visitantes chegavam e observavam aquela cena, se compadeciam com a situação, presenteavam-na com uma cama confortável, ato continuo, a Irmã Dulce, solicitava a transferência ao hospital mantido pela sua obra social. O fato se repetiu por diversas vezes, sua poltrona passou a ser reconhecida como “poltrona da solidariedade”, em face da multiplicação do bem que operava. Exemplo vivo de uma vida abundante, embora sem abastança.

ambiente de leitura carlos romero cronica conto poesia narrativa pauta cultural literatura paraibana marco granjeiro lima evangelho jesus chico xavier
Chico Xavier Realidade Espírita
Francisco Candido Xavier, mineiro de Pedro Leopoldo, foi um homem extremamente simples na sua trajetória de vida. De família pobre, teve que desde cedo lutar pela sobrevivência com empregos modestos, mas que lhe ofertavam o necessário. Em determinado momento da sua existência, foi convocado pelo Senhor, ao exercício da mediunidade, amparado pelo seu Guia Espiritual Emmanuel, transformou-se no médium do amor, da solidariedade humana, pela sua fidelidade a Deus, ao Evangelho de Jesus e a Doutrina Espírita. Consolou instruindo a diversos corações sofridos

A sua Obra Psicográfica impressiona, pelas mais de 400 obras, de estilos e autores espirituais diversos, a exemplo de Humberto de Campos, Augusto dos Anjos, André Luiz, entre outros. Milhões de livros vendidos, todos doados as instituições de caridade, espalhadas pelo Brasil. Por isso, foi considerado “O Maior Brasileiro de todos os tempos”. Um homem chamado amor, exemplo vivo de uma vida abundante, embora sem abastança.


Marco Granjeiro Lima é educador, mestre em serviço social e presidente da Federação Espírita Paraibana
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também