A pandemia amedronta, foge ao controle, e outras doenças agravam-se com ela. Angústia, desespero, pavor, depressão, estupidez, maldade ou ...

Vamos nos unir enquanto é tempo!

literatura paraibana união pandemia terror solidariedade amor ao proximo fanatismo ideologico germano romero
A pandemia amedronta, foge ao controle, e outras doenças agravam-se com ela. Angústia, desespero, pavor, depressão, estupidez, maldade ou mesmo ignorância. A pior de todas talvez seja a desavença oriunda da guerra ideológica, de posições egocêntricas, pessoais ou coletivas. A qualquer fato que ocorre no país, tem que ser atribuída imediatamente uma bandeira política. E, justamente no momento em que mais o povo e seus gestores precisariam se unir, desentendem-se. Vacinas, medicamentos, terapias, pesquisas, noticiários, tudo passa a ter cor, sexo, raça, partido e posição política. E daí se origina o desentendimento geral que só traz prejuízos.

Aos que “não sabem o que fazem”, só restam a compreensão e o perdão. Aos cientes e responsáveis pelo mal que semeiam, divulgam e provocam, não há escapatória. A lei do carma é infalível. Aqui ou “lá”, no inferno do remorso que viverão ao cair das máscaras corpóreas, sentirão o peso da consciência e do arrependimento.

literatura paraibana união pandemia terror solidariedade amor ao proximo fanatismo ideologico germano romero
São alarmantes os índices de ansiedade, insegurança, solidão, carência e desespero vividos atualmente por nossos semelhantes no mundo inteiro. Tudo agravado pela enxurrada de notícias ruins, derrotistas, pessimistas, terroristas, sobretudo por meio da mídia e do compartilhamento em redes sociais. Ninguém de bom senso pode discordar do desmantelo na gestão da pandemia, mas esquecem de contribuir de forma positiva, construtiva, e de que é um problema mundial.

A realidade é triste, vivemos uma tragédia, perdas dolorosas e cruéis se acumulam entre amigos e familiares queridos. Faz-se necessário que tomemos conhecimento dos números, de tudo o que ocorre, aqui e alhures, das providências dos setores de saúde, dos governos etc. Mas não devemos nos fixar somente no que é negativo, desolador, com desesperança, agressividade, atacando tudo e todos, e sim torcendo pela união dos povos, dos governos, dos políticos, das instituições, dos cientistas, por um único objetivo: as medidas de combate à doença!

Mas infelizmente há uma politização doentia, sectarista, extremista, inconsequente, que não ajuda em nada para a convergência de forças, de vibrações positivas, de harmonia. Gente torcendo pelo pior, para culpar o governo. Gente com raiva de uma notícia boa porque deseja o caos para derrubar os poderes, os tribunais superiores, as instituições. Gente torcendo por ditadura, por golpes, por anarquia, por desestabilização geral. Gente com ódio de tudo e de todos, até de notícia boa, meu Deus! A estes a Lei não perdoará, pois eles sabem muito bem o que está por trás de seus interesses perversos e mesquinhos, longe de qualquer sentimento de solidariedade, exceto pelos que se afinam com seus ideais, tão distantes do coletivo.

literatura paraibana união pandemia terror solidariedade amor ao proximo fanatismo ideologico germano romero
Unam-se os que torcem por um mundo melhor, pelos acertos, pelas descobertas, pelas vacinas, pela cura. Unam-se os solidários, os amáveis, os fraternos, os que são livres do fanatismo que cega e destrói. Acreditemos no bem, no amor, na Ordem do Universo, sob qual domínio tudo se abriga.

Muitas foram as tragédias enfrentadas historicamente pela humanidade, mas pouco tem se aprendido com elas… Ainda que as perdas nos mostrem que a vida passa, que tudo passa, inclusive as oportunidades de contribuir e evoluir...

Vamos nos unir, enquanto é tempo!

comente
  1. Isso mesmo, Germano: unam-se os homens e mulheres de boa vontade. Sem distinguir credo, raça ou time.

    ResponderExcluir
  2. Perfeitíssimo apresentas-te uma apreciação autêntica/ sincera e sobretudo consequêncial desse pandemônio da pandemia!!
    Parabéns Germano Romero ...foi uma visão ultra precisa envolvendo todos os agentes nessa ação pandêmica👊👊👊👊👊👊👊👊👊👊👊
    Paulo Roberto Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, gratíssimo por sua valiosa participação neste espaço. Um forte abraço. Cuide-se

      Excluir
  3. Concordo ...de novo em todas as colocações!!!
    Eita povinho!!!!
    Paulo Roberto Rocha

    ResponderExcluir

leia também