Esse pássaro, que no Brasil pousou em 1921, já teve três filhotes no mesmo ninho. Diminuiu a prole em 1985 para de melhor modo se adequar ...

O ninho

nostalgia nestle historia alimentacao logotipo
Esse pássaro, que no Brasil pousou em 1921, já teve três filhotes no mesmo ninho. Diminuiu a prole em 1985 para de melhor modo se adequar ao conceito da família moderna.

Trata-se de um tordo, ao que li, ave da família “Turdiae”, possuidora de uns 300 ramos na Europa, África e América. No nosso céu tropical, voa com as asas do sabiá.
Mais para cima, rumo ao Norte, com as do rouxinol.

Seu primeiro ninho tem uma história de muitos anos. Nasceu com o brasão da família do químico Henri Nestlé, o homem que em 1865 inventou a fórmula da farinha láctea ao misturar leite de vaca, farinha de trigo e açúcar, o primeiro produto desta que é hoje uma das maiores indústrias alimentícias do mundo.

Contam que Henri dispôs-se ao invento para salvar a vida de uma criança raquítica. E que fez isso, modestamente, nos fundos de uma farmácia em Vevey, na Suíça. Estava criado, então, o primeiro alimento infantil de uma empresa que daria o pulo do gato em 1915 ao se unir à Anglo-Swiss Condensed Milk fabricante, também, de comida para bebês.

A primeira fábrica da Nestlé no Brasil, destinada à produção do Leite Moça, surgiu em Araras, São Paulo. Mas a indústria já era por aqui conhecida desde 1876 em razão de importações da farinha láctea. A marca passou do brasão familiar para o ninho com três filhotes em 1875 e, com apenas dois deles, 110 anos depois.

nostalgia nestle historia alimentacao logotipo
nostalgia nestle historia alimentacao logotipo

Fusões sucessivas ao longo do tempo renderiam à Nestlé o mercado mundial de alimentos. O leque de produtos, além da farinha láctea, leite em pó, leite condensado e achocolatados, abrange, ainda, hoje em dia, biscoitos, iogurtes, balas, sorvetes, cereais matinais, café e ração para cachorro e gatos.

E fica a lição. Vocês, meu companheiro e minha companheira, nunca percam a fé na empresazinha gestada no fogão, ou no fundo do quintal. Perguntem ao velho Henri.


DEIXE O SEU COMENTÁRIO
SUA PARTICIPAÇÃO É IMPORTANTE. COMENTE!

leia também