As serras, as estradas, o clima mais ameno, os engenhos, as comidas. A região do Brejo é um encontro com novos conhecimentos, paisagens...

Ao ir para o Brejo

viagem turismo paraiba caminho frio
As serras, as estradas, o clima mais ameno, os engenhos, as comidas. A região do Brejo é um encontro com novos conhecimentos, paisagens, histórias e um descobrir constante da Paraíba.

A vaca é que está certa quando decide ir para o Brejo, desde que seja o da Paraíba. Eu fui várias vezes e se me disserem para ir lá outra vez, eu vou. Em dia de sol, mesmo que esteja nublado, ou até com a chuvinha fria, o Brejo guarda cenários sempre agradáveis.

YT @kobaiashi
Indo primeiro por Alagoa Nova, a terra de Carlos Romero, ou subindo a serra rumo à Bananeiras, o viajante encontrará muito verde. E engenhos para visitar. Basta se programar. Particularmente, visitar um engenho da região é mergulhar no passado e também no presente e enxergar o zelo para que o futuro testemunhe a rotina da história.

Formidáveis estruturas de uma época de riquezas materiais e da pobreza vergonhosa da escravidão, assim são essas construções no Brejo. Engenhos de casario antigo, cômodos e movelaria da época, os ritos e preconceitos, as honras e suas desonras, as peças de engenharia puxadas por bois onde a cana era moída, a rapadura e a cachaça. E ainda as técnicas modernas de feitura do aguardente, uma indústria que se redescobre.

Dos mais modernos engenhos, como o localizado na cidade de Areia, o Engenho Triunfo, que produz a cachaça que leva o mesmo nome, com seus jardins floridos, aos mais antigos, como o Baixa Verde, estrategicamente abraçado num vale de Serraria, cuja casa grande enorme, construída no século 18, guarda muitas histórias. Por ali o som de um rio correndo entre o verde soa como música.

OxentePB
No mesmo município brejeiro de Serraria há o Martiniano, da cachaça de sugestivo nome, Cobiçada. Também construído às margens de um riacho, ele é composto por construções centenárias, formando um rico conjunto arquitetônico.

Pegando estrada e seguindo até Bananeiras, após cortar Borborema, cidade da primeira usina hidroelétrica da Paraíba, até surgir mais um engenho de rica história. O Goiamunduba produz a famosa cachaça Rainha, que esquenta qualquer espírito ao descer feito um lança-chamas após ser bebida. 50% de teor alcóolico justifica o termo lapada de cana. A região é mais existente nos vales brejeiros, onde se chega por uma estradinha de terra que vai enfileirando cenários onde a natureza pouco alterou a rotina de vida das pessoas que ali moram.

BetaPB
Engenhos são lugares quase místicos para o Brejo e várias outras regiões da Paraíba. Mortes, vidas, alegrias, tristezas, sabores, amores estão em suas páginas. Os que sobreviveram ao abandono, guardam em sua imponência lembranças de outros séculos. É quase possível sentir a presença dos antepassados dos que ali moravam. Históricos lugares que merecem ser visitados.

COMENTÁRIOS

leia também