As marchinhas predominaram no carnaval brasileiro no século passado, principalmente entre as décadas de 20 e 60. Suas letras, bem curtas e...

As Marchinhas Mais Famosas do Carnaval Brasileiro



As marchinhas predominaram no carnaval brasileiro no século passado, principalmente entre as décadas de 20 e 60. Suas letras, bem curtas e fáceis de decorar, refletiam o bom humor da época, algumas com mensagens inocentes e outras com manifestações de descontentamento político e social. Muitas delas continuam na memória dos foliões e são revisitadas nos eventos carnavalescos, animando blocos de rua e fazendo a alegria dos raros bailes de salão que ainda ocorrem no país. As melodias, que apresentam ritmo bem marcado, são sempre um convite para a dança leve e descontraída.

Relembre algumas das mais famosas marchinhas de carnaval.





Acorda, Maria BonitaAntônio dos Santos

Acorda, Maria Bonita / Levanta, vai fazer o café
Que o dia já vem raiando / E a polícia já está de pé
Se eu soubesse que chorando / Empato a tua viagem
Meus olhos eram dois rios / Que não te davam passagem
Cabelos pretos anelados / Olhos castanhos delicados
Quem não ama a cor morena / Morre cego e não vê nada





Allah-La ÔHaroldo Lobo - Nássara

Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô / Mas que calor, ô ô ô ô ô ô
Atravessamos o deserto do Saara / O sol estava quente / Queimou a nossa cara
Viemos do Egito / E muitas vezes / Nós tivemos que rezar
Allah! allah! allah, meu bom allah!
Mande água pra ioiô / Mande água pra iaiá / Allah! meu bom allah





As Águas Vão RolarZé da Zilda

As águas vão rolar / Garrafa cheia eu não quero ver sobrar
Eu passo mão na saca saca saca rolha / E bebo até me afogar / Deixa as águas rolar
Se a polícia por isso me prender / Mas na última hora me soltar
Eu pego o saca saca saca rolha / Ninguém me agarra ninguém me agarra





As PastorinhasNoel Rosa - Braguinha

A estrela Dalva / No céu desponta
E a lua anda tonta / Com tamanho esplendor
E as pastorinhas / Pra consolo da lua
Vão cantando na rua / Lindos versos de amor
Linda pastora / Morena da cor de Madalena
Tu não tens pena de mim / Que vivo tonto com teu olhar
Linda criança / Tu não me sais da lembrança
Meu coração não se cansa / De sempre e sempre te amar





AuroraMário Lago - Roberto Roberti

Se você fosse sincera / Ôôôô, Aurora.
Veja só que bom que era / Ôôôô, Aurora.
Um lindo apartamento / Com porteiro e elevador
E ar refrigerado / Para os dias de calor.
Madame antes do nome / Você teria agora / Ôôôô Aurora.





Bandeira BrancaMax Nunes - Laércio Alves

Bandeira branca, amor / Não posso mais
Pela saudade que me invade / Eu peço paz
Saudade mal de amor, de amor / Saudade, dor que dói demais
Vem meu amor / Bandeira branca / Eu peço paz





Cabeleira do ZezéJoão Roberto Kelly - Roberto Faissal

Olha a cabeleira do Zezé / Será que ele é / Será que ele é
Será que ele é bossa nova / Será que ele é Maomé
Parece que é transviado / Mas isso eu não sei se ele é
Corta o cabelo dele! Corta o cabelo dele!





Cachaça Não é ÁguaM. Pinheiro - L. Castro - H. Lobato - Marinósio Fº

Você pensa que cachaça é água? / Cachaça não é água não
Cachaça vem do alambique / E água vem do ribeirão
Pode me faltar tudo na vida / Arroz, feijão e pão
Pode me faltar manteiga / Que tudo não faz falta não
Pode me faltar amor / Isso até eu acho graça
Só não quero que me falte / A danada da cachaça





Chiquita BacanaBraguinha · Alberto Ribeiro

Chiquita bacana lá da Martinica / Se veste com uma casca de banana nanica
Não usa vestido / Não usa calção / Inverno pra ela é pleno verão
Existencialista com toda a razão / Só faz o que manda o seu coração





Cidade MaravilhosaAndré Filho - Silva Sobreira

Cidade maravilhosa / Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa / Coração do meu Brasil
Berço do samba e das lindas canções / Que vivem n'alma da gente
És o altar dos nossos corações / Que cantam alegremente
Jardim florido de amor e saudade / Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade / Ninho de sonho e de luz





Daqui não SaioRomeu Gentil - Paquito

Daqui não saio / Daqui ninguém me tira
Onde é que eu vou morar?
O senhor tem paciência de esperar
Inda mais com quatro filhos / Onde é que vou parar?





Está Chegando a HoraVersão: Rubens Campos - Henricão

Quem parte / Leva saudades / De alguém / Que fica chorando de dor
Por isso eu não quero lembrar / Quando partiu / Meu grande amor
Ai ai ai ai / Está chegando a hora
O dia já vem raiando meu bem / E eu tenho que ir embora





JardineiraBenedito Lacerda - Humberto Porto

Ó jardineira, porque estás tão triste? / Mas o que foi que te aconteceu?
Foi a camélia que caiu do galho / Deu dois suspiros / E depois morreu.
Vem jardineira, vem meu amor / Não fiques triste que este mundo é todo teu
Tu és muito mais bonita / Que a camélia que morreu





Linda LoirinhaBraguinha

Loirinha, loirinha / Dos olhos claros de cristal
Desta vez em vez da moreninha / Serás a rainha do meu carnaval
Loura boneca que vens de outra terra / Que vem de Inglaterra / Que vem de Paris
Quero te dar o meu amor mais quente / Do que o sol ardente / Deste meu país
Linda loirinha, tens olhar tão claro / Deste azul tão raro / Como o céu de anil
Mas tuas faces vão ficar morenas / Como as das pequenas deste meu Brasil





Linda MorenaLamartine Babo

Linda morena, morena / Morena que me faz penar
A lua cheia que tanto brilha / Não brilha tanto quanto o teu olhar
Tu és morena uma ótima pequena / Não há branco que não perca o seu juízo
Onde tu passas / Sai às vezes bofetão
Toda gente faz questão / Do teu sorriso
Teu coração é uma espécie de pensão / De pensão familiar à beira-mar
Oh! Moreninha, não alugues tudo não / Deixe ao menos o porão pra eu morar
Por tua causa já se faz revolução / Vai haver transformação na cor da lua
Antigamente a mulata era a rainha / Desta vez, ó moreninha, a taça é tua





Mamãe Eu QueroVicente Paiva

Mamãe eu quero, mamãe eu quero / Mamãe eu quero mamar!
Dá a chupeta, ai, dá a chupeta / Dá a chupeta pro bebê não chorar!
Dorme filhinho do meu coração / Pega a mamadeira e vem entrar no meu cordão
Eu tenho uma irmã que é fenomenal / Ela é da bossa e o marido é um boçal
Eu olho as pequenas, mas daquele jeito / E tenho muita pena não ser criança de peito
Eu tenho uma irmã que se chama Ana / De piscar o olho já ficou sem a pestana





MalmequerNewton Teixeira - Cristóvão de Alencar

Eu perguntei a um mal-me-quer / Se meu bem ainda me quer
Ela então me respondeu que não
Chorei, mas depois / Eu me lembrei / Que a flor também é uma mulher
Que nunca teve coração
A flor mulher iludiu meu coração / Mas, meu amor
É uma flor ainda em botão / O seu olhar
Diz que ela me quer bem / O seu amor / É só meu / De mais ninguém....





Marcha da CuecaCarlos Mendes - Livardo Alves - Sardinho

Eu mato, eu mato! / Quem roubou minha cueca pra fazer pano de prato
Minha Cueca tava lavada / Foi um presente que ganhei da namorada.





Máscara NegraZé Keti - Pereira Mattos

Tanto riso, oh quanta alegria / Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando pelo amor da Colombina / No meio da multidão
Foi bom te ver outra vez / Tá fazendo um ano / Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele pierrô / Que te abraçou / Que te beijou, meu amor
A mesma máscara negra / Que esconde o teu rosto / Eu quero matar a saudade
Vou beijar-te agora / Não me leve a mal / Hoje é carnaval





Me Dá um Dinheiro AíIvan, Homero e Glauco Ferreira

Ei você aí, me dá um dinheiro aí / Me dá um dinheiro aí.
Ei você aí, me dá um dinheiro aí / Me dá um dinheiro aí.
Não vai dar? / Não vai dar não? / Você vai ver, a grande confusão
Que eu vou fazer, bebendo até cair / Me dá, me dá, me dá, (oi) / Me dá um dinheiro aí.





Mulata Iê Iê IêJoão Roberto Kelly

Mulata bossa nova / Caiu no hully gully
E só dá ela / Ê ê ê ê ê ê ê ê / Na passarela
A boneca está / Cheia de fiufiu
Esnobando as louras / E as morenas do Brasil





Ô Abre AlasChiquinha Gonzaga

Ô Abre Alas / Que eu quero passar
Eu sou da lira / Não posso negar
Ô Abre Alas / Que eu quero passar
Rosas de Ouro é quem vai ganhar





Ô BalancêBraguinha - Alberto Ribeiro

Ô balancê balancê / Quero dançar com você
Entra na roda morena pra ver / Ô balancê balancê
Quando por mim você passa / Fingindo que não me vê
Meu coração quase se despedaça / No balancê balancê
Você foi minha cartilha / Você foi meu ABC
E por isso eu sou a maior maravilha / No balancê balancê
Eu levo a vida pensando / Pensando só em você
E o tempo passa e eu vou me acabando / No balancê balancê





O Teu Cabelo Não NegaIrmãos Valença - Lamartine Babo

O teu cabelo não nega mulata / Porque és mulata na cor
Mas como a cor não pega mulata / Mulata eu quero o teu amor
Tens um sabor bem do Brasil / Tens a alma cor de anil
Mulata mulatinha meu amor / Fui nomeado teu tenente interventor
Quem te inventou meu pancadão / Teve uma consagração
A lua te invejando faz careta / Porque mulata tu não és deste planeta
Quando meu bem vieste à terra / Portugal declarou guerra
A concorrência então foi colossal / Vasco da gama contra o batalhão naval





Pierrô ApaixonadoNoel Rosa - Heitor dos Prazeres

Um pierrô apaixonado / Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina / Acabou chorando, acabou chorando
A colombina entrou num butiquim / Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: pierrô cacete / Vai tomar sorvete com o arlequim
Um grande amor tem sempre um triste fim / Com o pierrô aconteceu assim
Levando esse grande chute / Foi tomar vermute com amendoim





Pirata da Perna de PauBraguinha

Eu sou o pirata da perna de pau / Do olho de vidro da cara de mau
Minha galera / Dos verdes mares não teme o tufão
Minha galera / Só tem garotas na guarnição
Por isso se outro pirata / Tenta a abordagem eu pego o facão
E grito do alto da popa: / Opa! homem não!





SassaricandoLuiz Antônio - Zé Mário - Oldemar Magalhães

Sassassaricando / Todo mundo leva a vida no arame
Sassassaricando / A viúva o brotinho e a madame
O velho na porta da Colombo / É um assombro / Sassaricando
Quem não tem seu sassarico / Sassarica mesmo só
Porque sem sassaricar / Essa vida é um nó





Ta-hiJoubert de Carvalho

Ta-hi / Eu fiz tudo pra você gostar de mim / Oh! Meu bem não faz assim comigo não
Você tem, você tem / Que me dar seu coração
Meu amor não posso esquecer / Se dá alegria / Faz também sofrer
A minha vida foi sempre assim / Só chorando as mágoas / Que não tem fim
Essa história de gostar de alguém / Já é mania que as pessoas têm
Se me ajudasse Nosso senhor / Eu não pensaria mais no amor.





TristezaHaroldo Lobo - Niltinho

Tristeza / Por favor vai embora
A minha alma que chora / Está vendo o meu fim
Fez do meu coração / A sua moradia / Já é demais o meu penar
Quero voltar aquela / Vida de alegria
Quero de novo cantar / la ra rara, la ra rara





Turma do FunilBraguinha

Chegou a turma do funil / Todo mundo bebe / Mas ninguém dorme no ponto
Ai, ai, ninguém dorme no ponto / Nós é que bebemos e eles que ficam tontos
Eu bebo sem compromisso / Com meu dinheiro / Ninguém tem nada com isso
Aonde houver garrafa / Aonde houver barril / Presente está a turma do funil
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE
leia também