Muita coisa tem diminuído no mundo. Meus amigos reclamam que o biscoito wafer mais parece uma hóstia recheada. Minha tia afirma que o xamp...

Minimalismos esdrúxulos

minimalismo comercio reducao
Muita coisa tem diminuído no mundo. Meus amigos reclamam que o biscoito wafer mais parece uma hóstia recheada. Minha tia afirma que o xampu Seda rendia muito, hoje passa direto por ele no Supermercado, diz que vem muito pouco. Sachê de cachorro, daqui a pouco, só vai dar para uma lambida, reclama um certo veterinário.

Meu amigo viajadeiro reclama das poltronas de avião e diz que a rodelinha do biscoito recheado parece mais bolinho de goma! As pastas de dente eram volumosas quando vinham em recipientes de metal. Eu mesmo me recuso a
minimalismo comercio reducao
Alex Petre
comer essas barras de chocolate modernas, que derretem no calor da mão. Absurdo, sim?

Minha mãe pediu que não comprasse mais Omo, aquela caixinha de sabão em pó, falou que tá pior e menor... reclamou de fósforo, achocolatado, sabão em barra. Parece que os produtos são pra gente solteira! — diz ela.

Minha amiga falou que tá difícil encontrar vibrador robusto. Meu irmão não usa mais havaianas. Diz que dói no pé de tão fina a borracha. Virou fã da Ipanema, desde então.

Ah, e você? Também tem a sensação de que até as embalagens dos produtos estão menores? E o papel-filme? Poderia se chamar papel-curta-metragem, não? Ou poderíamos espanholizar de vez e batizá-lo de papel-película de tão fino. Nem com o truque da geladeira conseguimos mais desgrudá-lo!

A porção de frango à passarinho já poderia ser invertida e tornar-se passarinho à franga. Um senhor em situação de rua atestou que os cobertores doados de cor cinza do tipo “parahyba” estão finíssimos.

Gentileza e humor têm diminuído também. As piadas são menos engraçadas e mais inteligentes, demoramos a rir, como a que veremos a seguir.

minimalismo comercio reducao
Lee Seyung
Procurados, os detentores das marcas se defendem, dizendo que, por motivos técnicos do produto, adequação aos padrões do mercado, consumo sustentável de recursos naturais, dietas exageradas, redução de estômago, pandemia, dificuldade da estocagem da soja, gourmetização e gasto em excesso da população em harmonização, houve essa respectiva adequação do preço, quantidade, volume e alegria em geral.

Daí foi repassado aos representantes que repassaram aos revendedores e repassado aos atacadistas e varejistas, que repassou até o consumidor final, que foi, então, reduzido ao final dos tempos!


COMENTÁRIOS

leia também