Como iniciou teu dia? O sol da tua existência acordou coberto pela colcha de nuvens bordada com pétalas das nuvens de tuas lágrimas?

Não percas a fé

Ana paula cavalcanti ramalho fe otimismto esperanca autoajuda ambiente de leitura carlos romero

Como iniciou teu dia?

O sol da tua existência acordou coberto pela colcha de nuvens bordada com pétalas das nuvens de tuas lágrimas?

Ana paula cavalcanti ramalho fe otimismto esperanca autoajuda ambiente de leitura carlos romero
Ou livre para brilhar com todos os raios de luz, com o calor de um abraço amigo e o aroma da esperança da vitória?

Seja como foi, aproveita!

Não percas a tua fé entre as sombras do mundo, nas dores das provações, e nos instantes que a felicidade se esconde entre as pedras do caminho.

Ainda que os teus pés estejam chorando sangue, olha para a frente e não procures na curva passada o motivo para o tão difícil caminhar, afinal já escolhestes tua direção, precisas apenas aceitar e seguir.

Procura erguer a tocha do que acreditas acima da tua cabeça.

Crê e batalha.

Ana paula cavalcanti ramalho fe otimismto esperanca autoajuda ambiente de leitura carlos romero

Tudo passa e tudo se renova na Terra, mas o que vem do céu do teu ser permanecerá.

Assim é com as melodias.

Lembra que as sinfonias ouvidas quando não existias ainda encantam os dias de hoje, por serem os frutos das fruteiras dos sentimentos.

Ana paula cavalcanti ramalho fe otimismto esperanca autoajuda ambiente de leitura carlos romero
De todos os infelizes, os mais desditosos são os que perderam a confiança em si mesmos e no Deus, ou força, que acredita existir, pois o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo.

Hoje é possível que teu ideal se atormente, que a tempestade dos erros e desânimo te amarfanhe o coração, aguilhoando-te com aflição ou ameaçando-te com a morte...

Não te esqueças, porém, que quando a lua for envolvida pelos “braços de Morfeu” , terás mais uma chance para ver o teu melhor brilhar, depende do teu querer acordar.

Quando se quer... tudo pode ser feito; vivido; sentido; ou dividido, independente do dia ser abraçado pela neblina ou pelos raios de sol.


Ana Paula Cavalcanti Ramalho é psicanalista e escritora
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também