Muito infeliz esta frase do poeta carioca Vinicius de Moraes : "As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental".

O modo de ver as coisas

beleza fundamental vinicius moraes mentira autoestima carlos romero

Muito infeliz esta frase do poeta carioca Vinicius de Moraes: "As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental".

Afinal que beleza fundamental é essa a que se refere o poema? A beleza física? Mas essa varia de acordo com a nossa maneira de ver as coisas. Aliás, na vida, tudo é uma questão de ótica.

"Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo se iluminará" - disse o meigo nazareno. É a tal coisa, dize-me como olhas as coisas e eu te direi quem és. Uma pessoa, por mais bela que seja, se trouxer na alma sentimentos de orgulho, de ódio, de inveja, perderá todo o brilho que a beleza lhe proporciona.

É que a beleza, para ser autêntica, tem que andar de braços dados com a bondade. Quem é feliz, quem se ilumina de sentimentos positivos não vê e nem pode ser considerado feio. Tudo lhe parece belo.

O poetinha, certamente para fazer humor, humilhou com as suas palavras as mulheres ditas feias, em seu entender. Muitas delas - quem sabe? - são sensíveis à beleza de seus poemas, enquanto outras, dotadas da "beleza física", talvez sejam incapazes disso.
COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também