Antes de vir para Oslo, eu tinha lido em alguns foruns da internet que um dia seria suficiente para conhecer os pontos principais da cida...

Um dia em Oslo

oslo noruega passeio primavera frio ambiente de leitura carlos romero

Antes de vir para Oslo, eu tinha lido em alguns foruns da internet que um dia seria suficiente para conhecer os pontos principais da cidade. Não acreditei muito, mas, agora, vejo que é a pura verdade.

Não sei se estou enganado, mas o lugar não tem muito a oferecer aos visitantes. Não se vê alegria esfuziante nas ruas, como há em Londres e Amsterdam. Talvez o frio seja o culpado por não vermos cafés e bares ao ar livre. Mas isso não é desculpa, pois mesmo abaixo de zero grau, Paris, por exemplo, é sempre uma festa.

Oslo tem lugares interessantes, como o Parque Vigeland, mas, acredite, em 15 minutos você conhece, tira umas fotos legais das estátuas, e pronto... visita encerrada e é hora de bater em retirada.

O Museu Munch é um pouco frustrante. Eu e o resto da família fomos entusiasmados para ver o famoso quadro O Grito, mas o que encontramos, na pequena coleção, foi uma versão desbotada da pintura, que ninguém dava muita atenção.

No Palácio Real não havia praticamente ninguém para ver a 'famosa' troca da guarda, tão interessante quanto um comercial de sabonete.

Amanhã partiremos para Bergen com a esperança de encontramos uma outra Noruega, diferente da que vimos aqui em Oslo.







COMPARTILHE
comente via facebook
COMENTE

leia também