Mostrando postagens com marcador Jô Drumond. Mostrar todas as postagens

Aficionada às artes, sempre gostei de visitar museus, sobretudo aqueles voltados para pintura, escultura e mobiliário antigo. Certa...

cezanne pinturas arte beleza
Aficionada às artes, sempre gostei de visitar museus, sobretudo aqueles voltados para pintura, escultura e mobiliário antigo. Certa vez, em Bruges (Brugge), na Bélgica, tive a oportunidade de apreciar uma retrospectiva de um dos meus pintores prediletos: Paul Cézanne (1839-1906). Foi sorte rara ver reunida, em um só espaço, grande quantidade de obras do renomado artista. Cézanne, muitas vezes enquadrado entre os pós-impressionistas, abriu novos caminhos para a arte do

A célebre frase “a vida é muito curta para se beber vinho ruim” não veio de nenhum ébrio. É atribuída a um grande poeta, escritor, dr...

vinicola vinho bordeaux turismo franca
A célebre frase “a vida é muito curta para se beber vinho ruim” não veio de nenhum ébrio. É atribuída a um grande poeta, escritor, dramaturgo e filósofo alemão, Goethe (1749-1832). Seu avô comercializava vinhos e seu pai possuía vinhedos.

Não se pode falar de vinhos sem mencionar o hexágono francês. Além de ser o maior produtor de vinho do mundo, é também considerado o país onde se encontram as melhores vinícolas.

Apresentamos aqui a síntese de uma pesquisa que venho desenvolvendo a partir de duas questões: Quem era Marília de Dirceu e até que po...

inconfidencia mineira historia brasil triangulo amoroso
Apresentamos aqui a síntese de uma pesquisa que venho desenvolvendo a partir de duas questões: Quem era Marília de Dirceu e até que ponto um eventual triângulo amoroso teria fomentado a Inconfidência Mineira? Partimos de dois pressupostos: Havia mais de uma Marília, sendo uma delas amante do poeta Tomás Antônio Gonzaga e, simultaneamente, do Governador da Capitania de Minas. O curioso é que muito provavelmente ela tenha sido o estopim das Cartas Chilenas, cuja divulgação estimulou efetivamente o efervescente movimento separatista já existente em Vila Rica. Pergunta-se até que ponto uma simples vingança amorosa, cujo objetivo era denegrir satiricamente o rival e, ao mesmo tempo, escancarar os desmandos de seu governo,

Durante minha última estada em Ouro Preto, recebi das mãos do escritor e historiador José Efigênio Pinto Coelho um presente valioso par...

historia inconfidencia mineira tiradentes
Durante minha última estada em Ouro Preto, recebi das mãos do escritor e historiador José Efigênio Pinto Coelho um presente valioso para quem, como eu, gosta de enveredar por trilhas paralelas às da história oficial. Muitas vezes, na pescaria histórica, os estudiosos lançam a rede e, no arrastão, descobrem muito mais do que o que era procurado. Foi o que aconteceu com meu amigo Zé Efigênio, grande pesquisador, historiador, restaurador, artista plástico e expert na obra de Aleijadinho.