Paraíba, 17 de abril de 2022

Pauta Cultural (Ep. 37)

Paraíba, 17 de abril de 2022

◕ Aconteceu
Ilze Duarte
A escritora e tradutora de literatura brasileira contemporânea, Ilze Duarte, radicada na Califórnia, produziu resenha especial sobre um trecho do laureado romance da escritora paraibana Marília Arnaud, “O Pássaro Secreto”.

Ilze Duarte é autora de 4 traduções de contos de Marília e está atualmente concluindo a versão do romance com que a autora recebeu o Prêmio Kindle em 2021. A análise do livro foi divulgada em inglês e já conta com vários comentários no Translators Aloud (YouTube). O canal foi criado nos primeiros meses da pandemia de Covid-19, como propagador do trabalho de tradutores literários em vários idiomas, pela tradutora britânica Charlotte Coombe e a norte-americana Tina Kover, especializada em traduções francesas.

Marília Arnaud
O Translators Aloud cresceu rapidamente e hoje tem parceria com a Association of Danish-English Literary Translators, Rede Europeia de Literatura, Yiddish Book Center, Borderless Book Club e várias editoras independentes.

O Pássaro Secreto também teve análise publicada na revista literária portuguesa “Caliban”, assinada pelo crítico e contista Ronaldo Cagiano. No mês passado, Marília promoveu mais uma sessão de autógrafos na Livraria Leitura, no Shopping Rio Mar, em Recife.
Felipe Avellar de Aquino
Um importante primeiro passo foi dado no projeto que prevê a conclusão do Memorial Sivuca, no prédio do Centro de Convenções, em construção no Campus da UFPB, que abrigará o acervo de sua obra.

O relator do processo, professor, violoncelista e Doutor em Música, Felipe Avellar de Aquino, emitiu parecer favorável em reunião do Conselho Curador da Universidade Federal da Paraíba, um dos três Conselhos Superiores da instituição. Sobre o projeto, o professor Aquino destacou que o Memorial Sivuca “viabilizará inúmeras pesquisas sobre o músico, disponibilizará registros históricos, gravações, vídeos, partituras, troféus, placas, medalhas, títulos, em que também serão integrados, posteriormente, os instrumentos do mestre". Além da merecida homenagem, uma tentativa de se buscar mais recursos junto aos órgãos de fomento cultural, para uma obra musical que é referência para o Brasil e para o mundo.


O acervo será todo doado pela família de Sivuca, representada por sua esposa, Glorinha Gadelha, e está sendo organizado pela professora UFPB, arquivista e doutora em Ciência da Informação, Julianne Teixeira e Silva, responsável pela criação do Acervo Central da UFPB, onde ficará instalado até a conclusão do edifício em frente à Reitoria, que receberá o nome de Memorial Sivuca.
Flávio Tavares
A experiência administrativa à frente do município paraibano de Conde, localizado no litoral sul do Estado, transformou-se em livro organizado por um grupo de ex-gestores, parte da equipe da Secretaria de Planejamento à época, liderada pelo premiado arquiteto Flávio Tavares.

Após seu lançamento em recente evento na Praça do Mar, na Praia de Jacumã, em Fortaleza, Indiaroba (SE) e Rio de Janeiro, a obra intitulada “Agir Local – gestão territorial e democracia – Uma experiência em Conde/Paraíba/Brasil”, foi apresentada no Instituto de Arquitetos do Brasil, em São Paulo, no dia 13 de abril.

Rua do Sol ▪ Balneário de Jacumã ▪ Conde-PB
A ex-prefeita de Conde, Márcia Lucena, esteve presente e participou de um debate sobre sua experiência na gestão municipal, com o coordenador do NAPP Cidades da “Fundação Perseu Abramo”, Nabil Bonduki e a advogada urbanista do IBDU e BrCidades, Rosane Tierno, com a mediação de Flávio Tavares, um dos organizadores da publicação. Márcia Lucena ressaltou que neste livro “vamos muito mais além da gestão pública, falamos de vidas, de diversidade, de respeito e cuidado”.

Nabil Bonduki, Márcia Lucena e Flávio Tavares
◔ Acontecerá
Ivaldo Gomes
No período de 26 a 29 de abril acontecerá a I Semana de Conscientização do Ruído, campanha de valorização da qualidade ambiental com foco no controle da poluição sonora. Este é um dos resultados do empenho do Grupo Gestor do Coletivo em Defesa do Meio Ambiente (CDMA-PB), que tem no seu Coordenador Administrativo, professor Ivaldo Gomes, permanente defensor do sossego alheio.

O CDMA-PB vem promovendo reuniões importantes no âmbito administrativo, cooptando parceiros e interessados na causa, e já conseguiu sensibilizar órgãos de controle ambiental como o 1º Batalhão Ambiental, Ministério Público Estadual, Ibama, Sudema e algumas prefeituras.

A I Semana de Conscientização do Ruído será transmitida on line pelo YouTube, coincidindo com o “Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído”, 28 de abril. Mais informações pelo WhatsApp (83) 999 26 57 50.
___
Na próxima edição do Pôr do Sol Literário, evento promovido pelo grupo Sol das Letras, ocorrerá o lançamento do livro “A Revolução do Rádio na Paraíba e anotações Autobiográficas”, de autoria de Otinaldo Lourenço de Arruda Mello, falecido em fevereiro deste ano.

O livro foi concluído nos últimos dias de vida do autor, coordenado por sua esposa Ione Lacet Mello, com relatos de sua atuação radialística, contribuição para a cultura e a comunicação paraibana.

Na mesma ocasião, também será lançado o livro Corpos Hackeados, romance policial de autoria da paraibana Andrea Nunes, que teve recentemente resenha divulgada pelo canal da TV Senado, no YouTube, em conversa com o escritor e crítico literário pernambucano Maurício Melo Júnior.

Andrea Nunes
Vladimir Silva
Na Universidade de Aveiro, em Portugal, haverá o “Recital-Conferência sobre música da região do Nordeste Brasileiro”. Promovido pelo Departamento de Comunicação e Arte, o evento se inicia às 19h do próximo dia 19 de abril, organizado pelo Centro de Estudos em Música e Dança da instituição portuguesa.

Os oradores convidados são os professores brasileiros Vladimir Silva, da Universidade Federal de Campina Grande, e Danilo Guanais, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O evento conta ainda com a participação especial do Clube de Choro de Aveiro.

O projeto tem o objetivo de ampliar a visibilidade internacional da nova música produzida na região do Nordeste Brasileiro.

Danilo Guanais
O Departamento de Comunicação e Arte (DeCA) é localizado no Campus Universitário de Santiago, na cidade de Aveiro, a 250km de Lisboa.

Universidade de Aveiro ▪ Portugal
▪ Mais informações pelo email geral@ua.pt
⊙ Imperdível
Como se não bastassem as “fake news”, há também os falsos seguidores. A cobiçada visibilidade nas redes sociais também pode ser uma grande mentira. Ou seja, para os pretensos influenciadores, ter 1.000 seguidores reais pode ser muito mais útil do que 100.000 seguidores fakes. No texto “Paraíso fake”, o professor Chico Viana confessa não estar nem um pouco interessado... sobretudo em seguidores que não falam e nem querem aprender um bom português...
Na imprensa sempre existiu a notícia falsa, ou por erro do jornal. Agora, as modernas “fakes” assumiram novo papel, bem mais maléfico porque são propositadamente enganadoras. Entre danos e gozação, ambas causaram grandes vexames e polêmicas. O escritor Flávio Ramalho de Brito articula bem a história no ensaio “Barrigas da imprensa”.
Matar ou cultivar saudades? Revendo alguém que mora longe, é fácil matá-las. Mas, saudade de quem se ausentou deste mundo é difícil ou mesmo impossível de matar. Melhor cultivar, transformar naquela “saudade que eu gosto de ter”, da música de Roberto. Abrir o baú, a caixa velha, para ver fotos antigas, pode ser doloroso, mas tem lá os seus prazeres… segundo conta o cronista Luiz Augusto Paiva da Mata no texto “O álbum e suas caixas”.
Caix@ Postal
"O foco sob as ordens do pensamento que ainda desconheço... as formas vão se integrando aqui e ali. Intensa na mão direita é a pressão na bic. Interpreto assim, a vontade de escrever, de por no papel os pensamentos, esperando as idéias se formarem, se concluirem para formar toda a criação de um texto, um poema ou uma poesia! A inspiração guiar os pensamentos no momento da 'criação de um trabalho!'"
Ana Maria Fiusa ▪ 13.04.2022
Comentário sobre o texto “Paixão não diluída”, de Cristina Siqueira


"Sempre nos ensinando. O texto precisa ser lido, o jovem precisa ouvir essas palavras e a força que elas têm. A educação regressa, mas a leitura pode salvá-la. A poesia (sobre) vive."
Rony Santos ▪ 15.04.2022
Comentário sobre o texto “Devoção à palavra", de Sérgio de Castro Pinto


"Excelente análise dos artigos citados. Parabéns ao José Mário Espínola e aos autores dos artigos analisados. Nossas vibrações de gratidão ao confrade Carlos Romero (In memorian)."
Vânia De Farias Castro ▪ 17.04.2022
Comentário sobre o texto “A Semana Santa vista de outro prisma”, de José Mário Espínola


DEIXE O SEU COMENTÁRIO
  1. Maravilha, Germano Romero!!! E viva Marília Arnaud - ultrapassando as fronteiras!!!

    ResponderExcluir

leia também