JOÃO PESSOA, 437 ANOS João Pessoa, meu amor, És o meu jardim de amores, Terra de muitos sabores, Na colina és esplend...

João Pessoa, 437 anos

JOÃO PESSOA, 437 ANOS
João Pessoa, meu amor, És o meu jardim de amores, Terra de muitos sabores, Na colina és esplendor. Poeta declamador, Deixo de lado os pudores, Nos versos arrasadores, Me entrego com destemor. Teu cenário inspirador, Tem a força da procela, Tem o toque da magia. Tem o viço em cada flor, Tem as cores da aquarela, Tem o cheiro da poesia.
PARAÍBA POÉTICA
Oh querida Paraíba Pequenina brasileira Sou teu filho com orgulho Bela terra hospitaleira Povo nobre de bravura A poesia é gravura Singeleza na bandeira
JOÃO GONÇALVES DE ABRANTES
*Para o meu Pai. in memoriam”
João Gonçalves de Abrantes, Um homem trabalhador Patriarca guiador, Prezava seus semelhantes. Ascendeu entre gigantes, Sertanejo soberano, Poderia ser troiano, Pela sua valentia, Nobre genealogia, Do Sertão paraibano.
DEFENSOR DA LIBERDADE
Eu defendo a liberdade, Para mim, é uma bandeira. Um Condor na cordilheira, Sabe o que é felicidade. Defendo a diversidade, Neste mundo tão perverso, Contra o machismo adverso, Contra tudo que controla, Vou te soltar da gaiola, E te acolher no meu verso.
SAUDADE
A saudade é um lugar, Não sei onde, é um abstrato, Um olhar, um substrato, Minha infância, o meu lar. Muito bom rememorar: A rua toda enflorada... Uma festa bagunçada... Doce abraço em meu irmão... Os meus pais em oração... A conversa na calçada.

COMENTÁRIOS

leia também