Quando meus filhos estavam no início de suas vidas escolares e nas descobertas fora do mundo familiar, meu coração ficava acelerando ao...

Famílias

familia crescimento filhos ana paula cavalcanti
Quando meus filhos estavam no início de suas vidas escolares e nas descobertas fora do mundo familiar, meu coração ficava acelerando ao imaginar tudo estranho e diferente que eles iriam conhecer.

Sei que para Roberto, meu primogênito, foi mais difícil. Por isso, chorava muito quando o ônibus escolar chegava. Para Matheus, nem tanto. Pegou na mão do irmão e mergulhou pelas portas do novo mundo. Vitor, meu caçulinha, nem deu cabimento para minha aflição,
familia crescimento filhos ana paula cavalcanti
Geralt
acenou e entrou na escola como se estivesse chegando em casa.

Eu? Bem, paguei o maior mico. Meu bebezinho nem estava sofrendo por me deixar. Tive que limpar as lágrimas, que teimavam em borrar minha maquiagem. Eles estavam vivendo a grande aventura de crescer. Precisariam se acompanhar da fé, do amor e da coragem. Iriam aprender muitas coisas, além do que ensinávamos em casa.

Em minhas preces, sempre supliquei para que o universo ensinasse a eles com carinho.

Ensinasse...

... sobre o sofrimento e a alegria das disputas;

... que para cada vilão existe um herói. Na verdade, existem mais heróis que bandidos, mesmo que muitos sejam anônimos e realizem, todos os dias, grandes feitos que facilitam nossa vida;

... que, mesmo havendo políticos corruptos, existem líderes para serem seguidos e imitados;

... que amigos verdadeiros não são os que sempre acham certo tudo o que fizerem, mas aqueles que apontam os defeitos, vibram com as virtudes,
familia crescimento filhos ana paula cavalcanti
Geralt
estão por perto nos bons e, principalmente, nos piores momentos da caminhada;

... que o aprender é tarefa para ser realizada durante toda a vida;

... que, às vezes, é preciso silenciar, para ponderar sobre os mistérios e sobre a grandeza da natureza;

... que não precisam se envergonhar de fracassar, errar ou cair, mas de trapacear com os outros e consigo mesmo;

... que devem acreditar nos próprios ideais e objetivos, mesmo quando desdenharem ou acharem errado;

... que nunca devem vender a alma, mas lutar pelo que for digno e que contribua para serem cada vez melhores.

Minhas preces não eram para que fossem mimados pelo viver, mas se transformassem em homens prontos para caminhar de forma digna de ser lembrada e para que, como nós, formassem lindas famílias.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO
SUA PARTICIPAÇÃO É IMPORTANTE. COMENTE!

leia também