DIÁRIO DE BORDO Vida é viagem Eu passageiro Verso a bagagem Dele o roteiro... O BUSÃO DA VIDA Por aqui todos...

Diário de bordo

poesia paraibana viagem diario de bordo
DIÁRIO DE BORDO
Vida é viagem Eu passageiro Verso a bagagem Dele o roteiro...
O BUSÃO DA VIDA
Por aqui todos passam de passagem Não conheço quem fique pra semente Rico, pobre, o doutor e o indigente Vão descer o que muda é a paragem O bilhete é pra uma só viagem Bagageiro não há pra acumular Quem se apressa acaba por pular Curta a vista, ame muito todo dia Pra que tanta ganância e correria Se ninguém veio aqui para ficar?…
DE MÁSCARA EM VENEZA
Sentei-me à Piazza San Marco Exausto e de alma largada Mirava de Deus o arco Tinha a máscara impregnada Flagrei-te a tirar a tua Sem esforço estavas nua E a minha incorporada
PORTO Pt SAUDAÇÕES (AO PORTO)
Estou ao Porto nada me importa Se, acaso louco, tanto incomodo E o vento frio meu rosto corta Sempre me castras e não te podo Porque escolheste um vate insano? Se haviam outros por pretendente Talvez soubesses que este paisano Sempre amaria com alma e mente… Ancoro as queixas no Porto quieto Não vejo gueixas de meu tormento Será que em meu delírio incompleto Há lusitanas que eu mesmo invento Se sempre volto com o mesmo tema Por certo agrada-me tal desconforto Pois se hoje vivo a escrever poema Decerto o inspiras do verso és porto…
HARD ROCK CAFÉ - MÜNCH
Se dá praia minha onda é gelada Entre o hard e o rock sou café Curto a rede que está sempre armada Filosofo se há cafuné… Viajor desta vida moderna Penso e verso porque me acalma Gravo brisa e tormenta da alma Minha nau que ora flana ora aderna… Vezes jogo os heróis na sarjeta Vezes louvo quem pouco merece Sou gangorra que sobe pois desce… Sigo cego embora prometa Qualquer hora ajustar a luneta Onde miro como me apetece…
A POESIA DA OCEANIA
(UM MATUTO DO OUTRO LADO DO MUNDO) Desconfiei da aventura Quando entrei no asa dura Afinal ir pelos ares Num prédio de dois andares Senti que a coisa era séria E não seria pilhéria A travessia dos mares… Voando à frente do rei Vimos a noite dobrar Juro nunca imaginei Que poderia empatar O glorioso arrebol Chegar primeiro que o sol E a tal carreira ganhar… Azuretado e confuso Encasquetado com o fuso Descemos na Oceania Mas nem de longe eu sabia Que o galo do meu juízo Acusava o prejuízo Cantando a noite e o dia… Virar zumbi na Austrália Não constava do meu plano Conhecer a nova Gália Que sonhava há mais de ano Os carros na contra-mão Aumentou-me a confusão Cheguei quase ao desengano… Pra completar meu suplício Por sugestão da consorte Pensando em meu benefício Pois conduzir é meu forte Me puseram a dirigir Pra assim melhor me sentir E recuperar o norte… Por fim curtir a beleza As dádivas da natureza Na terra masurpial Dormindo pouquinho e mal E depois voltar correndo Pra ver o escrete sofrendo Vencer o tempo afinal… Registro agora em cordel Fazendo as pazes com o galo A cabeça em carrossel Pois jetilegue é meu calo O pensamento ainda roto Do tempo em que fui canhoto E agora aqui quis narrá-lo…
O MATUTO E OS FARAÓS
Entrei num livro de História E vou guardar pela vida Viagem um tanto comprida Gravada em minha memória Pra conhecer pompa e glória Do calcário e do granito Parti em busca do Egito Colosso de pedra e pó E ninguém numa vida só Verá algo mais bonito... Profundo conhecedor Aly Abu Shaba, o guia De tudo o homem entendia Um magistral professor Tratou-nos com tanto amor Verdadeiro historiógrafo Varreu de múmia a sarcófago Ouro, madeira e alabastro De matemática e de astro Show de atenção e afago... Da Cairo dos mil mercantes Fomos direto a Gizé Sinal de suprema fé As pirâmides gigantes Imagens impactantes Na radiosa manhã Só fez crescer o afã Pelo mergulho profundo No misterioso mundo Com a Esfinge por guardiã... Conhecer Memphis, Sakkara Luxor e o vale dos Reis Faraós e suas leis Cultura sublime e rara E que a nada se compara. Depois subir pelo Nilo Ao Ágatha Christie estilo Hatshepsut a dar o tom Ver o colossal Memnon E imaginar construí-lo... Templo a Horus dedicado Edfu é puro assombro, Ver o Templo de Kom Mombo E quedar-se emocionado, Divindades no atacado Cultura e religião Haroeris Deus-Falcão Sobek o Deus-Crocodilo Colosso às margens do Nilo Ruim de conter a emoção... Uma terra impressionante País envolto em magia De Assuã e Alexandria Philae e a Ilha Elefante De um povo perseverante Humilde, alegre e bom Terra do culto a Amon Do velejar da faluca Cidadela Mameluca Do Grande Thutankamon... Registro aqui em cordel O Egito das grandes tumbas Dos núbios das catacumbas Do Templo de Abu-Simbel Do Agha-khan Mausoléu A terra de São José Que conservou sua fé Sem prestar culto a Amon-rá Nem se curvar a Alá Fiel como eu a Javé...

COMENTÁRIOS

leia também