Esperança Espera alma querida com confiança e otimismo as negras brumas da noite darão lugar ao abrigo do sol a te clarear Il...

Esperança


Esperança
Espera alma querida com confiança e otimismo as negras brumas da noite darão lugar ao abrigo do sol a te clarear Iluminar teus sentidos! Espera, não desfaleças diante dos obstáculos das perseguições infrenes tolhendo teus firmes passos. Descansa, aguarda um pouco recupera as energias a lama negra no poço já dessedentou um dia Quem sabe, volte a ser limpa cristalina e potável na vida nada é estanque tudo muda de estado. Espera confia em Deus em ti, e também na vida os teus amigos queridos quem sabe darão guarida aos teus dias de angústia agonia e desespero! Aguarda com paciência a aurora abençoada mostrando que tudo passa e a dor não fará morada por tempo demasiado em tua alma cansada. Lembra-te dO Nobre Cordeiro imolado no madeiro a coroa de espinhos cortando sua larga testa até hoje nos atesta que a vida venceu à morte sem revolta ou desespero!
Quando as dores forem acerbas as ingratidões companheiras amargas como as cervejas ou sumo da espinheira os amigos desertando familiares zombando sofrimento que se abeira Lembra-te do Justo que um dia foi negado por três vezes osculado em sua face por covardia traiçoeira Quem somos nós, no universo senão Espíritos errantes por vezes recalcitrantes nos erros, quedas soberbas? Lembra-te de Sua mãezinha Maria de Nazaré vendo seu filho imolado mantendo a sua fé que a noite escura e densa daqueles cruéis eventos mudaria a história em dois diferentes tempos antes e depois dEle o unigênito de Deus nosso irmão de amor que a este mundo venceu! Levanta, segue tranquilo embora cambaleante nesta noite em que o frio de corações arrogantes comanda os teus sentidos destrói teus melhores sonhos. Soergue-te segue a luz o exemplo de outros homens devastados pela dor mas firmes em seus propósitos na prática do bem e do amor não os guardando em depósito!
Alma querida, repousa tua mente em desalinho não foques apenas nas pedras encontradas no caminho Vê beleza no arvoredo nos pássaros, no simples bredo com suas flores singelas Olha o riacho passando com calma, devagarinho alimentando o capim a plantação de aipim de batata ou milho verde reflete que não há sede quando ele passa sorrindo. Com as pedras faz um castelo dos teus sonhos esquecidos deixa com o tempo o olvido das injúrias ou maldições pra quem tem bom coração nenhum vaticínio atinge Irmã amiga, cultiva amizades verdadeiras quando subires as ladeiras do caminho da ascenção leva contigo o irmão cansado da caminhada Não procures as estradas largas, pois há perigos melhor procurar abrigo nas estreitas, embora a dor companheira que ensina que a nossa única sina é ser de nós, o senhor!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO
SUA PARTICIPAÇÃO É IMPORTANTE. COMENTE!

leia também