Mostrando postagens com marcador Ana Paula Cavalcanti. Mostrar todas as postagens

Fui a uma agência da Caixa Econômica Federal, comecei a viajar no mundo das lembranças quando uma moça se aproximou e perguntou “você...

apelido santos shuka
Fui a uma agência da Caixa Econômica Federal, comecei a viajar no mundo das lembranças quando uma moça se aproximou e perguntou “você é a viúva de Shuka? Irmão de Maika?”. Meio que aterrissando respondi que sim, foram minutos de conversas sobre os dois.

Hoje trago para vocês um pouco da minha leitura sobre o novo livro do escritor Helder Moura - A INSANA LUCIDEZ DO SER - uma fábula O ...

helder moura insana lucidez ser livro literatura paraibana
Hoje trago para vocês um pouco da minha leitura sobre o novo livro do escritor Helder Moura - A INSANA LUCIDEZ DO SER - uma fábula O livro inicia, já na dedicatória, com uma provocação sobre a insanidade da lucidez.

Hoje trago para vocês um pouco da minha leitura sobre o novo livro do escritor Helder Moura - A INSANA LUCIDEZ DO SER - uma fábula. Ap...

insana lucidez livro helder moura literatura paraibana
Hoje trago para vocês um pouco da minha leitura sobre o novo livro do escritor Helder Moura - A INSANA LUCIDEZ DO SER - uma fábula.

Apesar de já ter feito anotações sobre todos os instantes do livro, coloco aqui apenas até a página 28. Em outras oportunidades farei as demais.

Hoje, trago para vocês algumas anotações que fiz sobre Maria Madalena. Nossa história começa em El-Mejdel ou Migdal, mais conhecida...

evangelho maria madalena cristo
Hoje, trago para vocês algumas anotações que fiz sobre Maria Madalena.

Nossa história começa em El-Mejdel ou Migdal, mais conhecida como Magdala, cidade localizada ao norte de Tiberíades e perto do Lago Genezaré. Conhecida por receber pessoas de costumes e religiões diversas.

José era justo, piedoso, influente, verdadeiro no amor pelos outros, conhecedor da palavra de Deus, um homem bom e respeitoso. Da sua c...

sao jose evangelho maria
José era justo, piedoso, influente, verdadeiro no amor pelos outros, conhecedor da palavra de Deus, um homem bom e respeitoso. Da sua carpintaria a jovem Maria ele viu. Ela ia saltitando, uma terrina carregando. No poço pegaria um pouco d’água para o dia. Quando o olhar do moço notou, de soslaio, envergonhada lhe sorriu.

  Era uma vez um universo onde a luz suprema decidiu fazer verso. Entre côncavos e convexos, criou os sexos. A decisão de...

poesia paraibana ana paula cavalcanti ramalho
 
Era uma vez um universo onde a luz suprema decidiu fazer verso. Entre côncavos e convexos, criou os sexos. A decisão de quem iria de tudo cuidar, tomou imensidão. Diferente de toda sua criação, resolveu criar Adão. Algo sério lhe preocupou, sozinho ele não poderia ficar. Precisava uma solução urgentemente encontrar.

      Em quatro esquinas me encontro. No centro delas me perco. Continuo sem saber por qual delas seguir. Razão chama para a...

encruzilhada espinho duvida amor
 
 
 
Em quatro esquinas me encontro. No centro delas me perco. Continuo sem saber por qual delas seguir. Razão chama para as certezas. Urgência se faz necessário. Sinto ser o certo fazer, enquanto ainda sou capaz.

É muito comum ouvirmos sobre as Avós. E sobre o Avôs? Nem tanto. Avó é aquela figura de uma segunda mãe, docemente acolhedora, ...

avo avos netos casa de vo
É muito comum ouvirmos sobre as Avós. E sobre o Avôs? Nem tanto.

Avó é aquela figura de uma segunda mãe, docemente acolhedora, que tem a maestria de preparar as guloseimas preferidas de cada neto; que oferece um colo acolhedor; que é advogada e dá guarita contra os castigos pelas travessuras feitas. Presentes? Não precisam de data. Vó simplesmente vê e imagina a alegria deles ao receberem a mais boba das lembrancinhas.

“ Todo vício tende a justificar-se ” (Nietzsche)       Apenas, uma dose! Só um tiquinho, não ofende! Uma lasquinha, ...

ana paula cavalcanti poesia paraibana vicio
Todo vício tende a justificar-se
(Nietzsche)



 
 
 
Apenas, uma dose! Só um tiquinho, não ofende! Uma lasquinha, não me derruba! No instante que quiser, pularei fora! Posso entrar, sairei num segundo! Essas são as senhas para se entrar pela porta da destruição. Iscas que conseguem pegar o peixe confiante de sua esperteza.

Tem momentos que a vida parece ter chegado ao fim, que não existe saída para o sofrimento, a escuridão é a única luz presente. Prec...

borboleta superacao sabedoria maturidade
Tem momentos que a vida parece ter chegado ao fim, que não existe saída para o sofrimento, a escuridão é a única luz presente.

Precisei ir para longe de tudo e de todos. Me escondia para não ter que disfarçar meu sofrimento. Era imprescindível enxergar alguma maneira de sobreviver mesmo imersa naquele buraco negro. Olhava e nada vislumbrava. Não conseguia ver nenhuma possibilidade de retornar.

Apesar dos momentos atuais estarem banhados de insatisfação, recebestes mais uma chance de escrever outra página no livro da vida. ...

inveja maledicencia
Apesar dos momentos atuais estarem banhados de insatisfação, recebestes mais uma chance de escrever outra página no livro da vida.

Infelizmente, encontramos pessoas que não conseguem viver sem trazer comentários e observações deprimentes e negativas. É comum, não deveria ser, mas é.

Quando procuramos culpados para nossas quedas, não temos essa clara visão que “o outro eu”, somos nós mesmos. O nosso “outro” cruel e...

literatura paraibana poesia helder moura arqueologia
Quando procuramos culpados para nossas quedas, não temos essa clara visão que “o outro eu”, somos nós mesmos.

O nosso “outro” cruel eu, nos assombra, segue, induz, persegue. Desconhece o limite da realidade, leva jovens à crueza de determinar seus próprios “aqui jaz”.

A coragem de se questionar é descartada e esquecida; negada.

  O sono acordou! As estrelas ainda bailam no escuro do céu, era pra estar dormindo, mas resolveu saltitante correr pela noite. Se ...

poesia paraibana ana paula cavalcanti
 
O sono acordou! As estrelas ainda bailam no escuro do céu, era pra estar dormindo, mas resolveu saltitante correr pela noite. Se recusava voltar a dormir. O que teria acontecido para o sono acordar? As luzes estavam apagadas; o silêncio conversava com a noite; então, porquê o sono não dormia? Já sei, era aquela luz pequenina que iluminava o quarto como o dia. Seria ela a responsável pelo sono acordar? É melhor apagar, a claridade diminuir, para o sono voltar a dormir. Volta sono! Podes, por favor, deixar de pelo quarto bailar? Não é hora de acordar. Eu estava nas asas do sonho a viajar. Porquê tivesses que acordar? Volta sono, vem se deitar. Deixa meu sonho seu voo voar. Sono teimoso, não quer voltar. Meu espírito tranquilo, tão feliz, estava a sonhar, mas o sono teve que acordar. Sono, vem se deitar! Me deixa no sonho viajar. Serena quero me encontrar, naquela linda beira-mar. Vem sono, vem se deitar! Deixa de me atormentar! Vem sono, vem se deitar, deixa apenas a noite com o silêncio tagarelar. Vem sono, vem se deitar! Me deixa mais uma vez sonhar. Como pode minha felicidade no sonho brilhar, se você não vem se deitar. Vem sono, vem se deitar! Para de saltitar! O dia já vai raiar, não vou poder mais sonhar. A labuta vou começar. Vem sono, vem se deitar! A noite já vai nos deixar, não conseguirei, de olhos abertos sonhar. Pode deixar. Fica sono, fica onde estás, não precisa mais se deitar. Já irei me levantar, para novo dia começar. Vai sono. Se deixa levar! Nos raios do dia já poderás saltitar.

Existem pontos do caráter das pessoas que não mudam, apesar das cruezas que sofrem durante a caminhada terrena. Dizem os estudioso...

mascara hipocrisia carater
Existem pontos do caráter das pessoas que não mudam, apesar das cruezas que sofrem durante a caminhada terrena.

Dizem os estudiosos que “somos a mais social de todas as espécies sociais”, porém atitudes mesquinhas e pobres mostram como algumas pessoas ainda precisam sofrer para se “diamantisar”.

A poesia, a música, a arte como um todo, tem a vestimenta na medida para cada um, em especial, nesses dias de São João quando parece fl...

sao joao festa junina reflexao
A poesia, a música, a arte como um todo, tem a vestimenta na medida para cada um, em especial, nesses dias de São João quando parece florecer espigas de sentimentos.

Imperativo afirmar que poetas, cantores e cantadores conseguem transmitir , da mesma música dedilhada para multidão, uma melodia para cada coração.

Nos disse Elie Wiesel : “O oposto do amor não é o ódio, é a indiferença. O oposto da beleza não é a feiúra, é a indiferença. O oposto ...

solidariedade ajuda proximo socorro bondade
Nos disse Elie Wiesel: “O oposto do amor não é o ódio, é a indiferença. O oposto da beleza não é a feiúra, é a indiferença. O oposto de fé não é a heresia, é a indiferença. E o oposto da vida não é a morte, mas a indiferença entre vivos”.

Certo tempo, havia um harmonioso clã criado pelo amor de dois jovens que enfrentaram a realeza para se casarem. Independente do que os pais queriam para o destino deles, enfrentaram tudo e todos em nome do amor que eclodiu em seus corações. Deles vieram inúmeros descendentes que, seguindo ensinamentos e exemplos do casal, também criaram suas famílias baseadas no amor da fé cristã.

É algo que nenhum homem consegue explicar, detalhar, se fazer entender. Quantas vezes já ouvimos – “Você não é mãe, não pode compreend...

paternidade pai gestacao amor paternal
É algo que nenhum homem consegue explicar, detalhar, se fazer entender. Quantas vezes já ouvimos – “Você não é mãe, não pode compreender! Eu sim carreguei por nove meses!”.

Não posso negar, já tive a insanidade fazer tal afirmativa. Mas, não é bem assim.

Costumo dizer que ser “mãepai”ou “paimãe” é ter sido nomeada guardiã/guardião, algo simplesmente sublime. No dia das mães, fui paraben...

pet mascote amor animais adocao
Costumo dizer que ser “mãepai”ou “paimãe” é ter sido nomeada guardiã/guardião, algo simplesmente sublime.

No dia das mães, fui parabenizar uma jovem que me atendia no caixa de uma padaria.

- Gratidão, feliz dia das mães!

- Eu sou mãe de PET, serve?

- Claro que sim! Parabéns!

O relógio batia 3 da madrugada do domingo, 09/04, quando recebi uma ligação para saber se era verdade tua passagem para outros uni...

juca pontes saudade perda
O relógio batia 3 da madrugada do domingo, 09/04, quando recebi uma ligação para saber se era verdade tua passagem para outros universos. Do outro lado da linha a voz embargada do querido amigo, me afligia, eu não sabia responder.

Não consegui mais dormir.

Como conseguiria com aquela notícia nada “bacana”?

Sem respeitar o horário, comecei enviar mensagens... precisava saber se a crueza daquela informação era verídica.

⏤ Mãe, você não vem dormir? ⏤ Já vou... deixa eu ver se as luzes estão apagadas, se as portas e janelas estão fechadas… pronto… a...